quarta-feira, 25 de março de 2009

Biblioteca pessoal de Hitler

Na semana passada , um livro da desaparecida biblioteca pessoal de Adolf Hitler foi comprado por 1800 €, no famoso centro de leilão parisiense Hotel Drouot.

Cada vez que alguém compra um objecto que pertenceu a esta figura tão controversa surgem tantas apostas quantas acusações de especulação. Afinal quem se interessaria por um objecto dum homem tão desprezível?

O interesse pelos seus livros tem uma explicação: Hitler era um bibliófilo fanático, tendo reunido uma biblioteca de 16 mil volumes até à sua morte. Era um leitor voraz que segundo relatam, teria lido um livro por noite durante a maior parte da sua vida adulta.Os livros eram uma parte integral do seu carácter e identidade. "Quando uma pessoa dá , tem de receber", referiu uma vez. " "E o que preciso recebo dos livros." Deste modo os livros não são meros objectos, pois permitem-nos visualizar aquele ícone do mal reduzido a dimensões humanas: um homem sentado numa poltrona a ler um livro.

A maior parte da colecção de Hitler estava dividida entre três bibliotecas elegantemente mobilidades em suas casas de Berlim, Munique e o seu retiro nos Alpes desapareceu na Primavera de 1945.
A parte presente da colecão do ditador, cerca de 1200 volumes encontra-se no sector de livros raros da Livraria do Congresso, em Washington D.C. Outros volumes encontram-se espalhados por destinos desconhecidos.

Fonte: New YorK Times

2 comentários:

Patricia Costanti disse...

Muito interesante mesmo!! E lendo agora seu texto, penso, como esta paixão por literatura pode trazer para "perto" de nós pessoas que imaginamos (por causa do estranhamento e até horror de suas atitudes) estarem ou terem estado do lado oposto do que, para nós, é a postura na vida. Como eu disse a uma amiga outro dia, são as congruências, ou pontos onde as vidas se tocam, nesse caso, a paixão que cultivamos pelos livros. Parabéns pelo seu texto. Cito seu blog no meu blog, espero que não se importe, rs... talvez devesse ter pedido sua autorização antes mas eu queria compartilhar seu ambiente com alguns amigos. Um grande abraço, Patricia.

Cláudia Lopes disse...

Obrigado pelo seu comentário e pode citar o meu blog no seu. Qunado tiver um pouco mais de tempo visitarei o seu blog.
Cumprimentos.
Cláudia Lopes